ENEM - e o aluno que não chegou lá?

16/12/2013 15:08

 

ENEM evolui de avaliação de concluintes do ensino médio a porta de entrada para o ensino superior - e o aluno que não chegou lá?

Com a divulgação dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio 2013 (ENEM), estudantes estão focados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e no Programa Universidade para Todos (ProUni), que terão inscrições abertas no início de 2014. O ENEM ganhou relevância ao ser usado como mecanismo de seleção para o ensino superior, mas foi criado para avaliar o desempenho dos estudantes ao final da educação básica. Por isso, este é um bom momento para saber mais sobre os desafios da educação no ensino médio a partir dos dados disponibilizados no QEdu.

O ENEM é uma prova voluntária e há diferenças na participação dos alunos entre regiões e escolas e entre os perfis dos jovens. Além disso, é esperado que somente alunos com melhor desempenho, que acreditam ter chances de uma boa colocação, façam a prova. As limitações de dados do ENEM dificultam a análise do desempenho dos alunos de ensino médio no Brasil. Por isso, é preciso olhar com atenção para outras informações e indicadores educacionais - como os de fluxo escolar, por exemplo. Informações do QEdu mostram elevados índices de abandono escolar que saltam de 4,2% no 9o ano do ensino fundamental para 11,8% no 1o ano do ensino médio.

Conforme os dados do Censo Escolar 2011 disponíveis no site, 404.092 alunos deixaram a escola no 1o ano do ensino médio. Nos dois anos seguintes, foram seguidos por mais 386.791 adolescentes e jovens. Ao mesmo tempo, as taxas de reprovação permanecem altas, retendo 18% do total de alunos no 1o ano; 11,8% no 2o ano e 7,5% no 3o ano. 

O alto índice de reprovação resulta na distorção idade-série. No QEdu, é possível verificar que a cada 100 alunos que concluíram o 3º ano em 2012, aproximadamente 27 estavam com atraso escolar de dois anos ou mais. Nas escolas públicas, este número sobe para 30 alunos, enquanto numa escola particular a média é de 6 alunos entre 100.

Por isso, ao se falar do ENEM, é um bom momento para olhar para a condição de milhares de jovens que não chegaram lá. Para saber mais sobre a situação do ensino médio no Brasil acesse o QEdu.

Como fazer este tipo de pesquisa no QEdu:

  1. Acesse o QEdu
  2. No campo de busca digite “Brasil” ou a localidade do seu interesse
  3. Clique em “Censo” nas abas temáticas e depois em “Taxas de Rendimento”
  4. Você irá visualizar a proporção de alunos com reprovação ou abandono em 2011 segundo indicadores do INEP
  5. Para visualizar dados de atraso-escolar em todos os anos do ensino médio, de 2006 até 2012, clique na aba “Censo”, item “Distorção idade-série”

Boa pesquisa

Voltar