POSSÍVEIS TEMAS - REDAÇÃO ENEM 2015

18/09/2015 21:32

1. O papel da mulher na política brasileira

Com o passar do tempo, cada vez mais mulheres estão se candidatando e/ou assumindo cargos políticos. Tivemos, nos últimos quatro anos, uma mulher na Presidência da República que, inclusive, foi reeleita. Esse ano, houve destaques de mulheres presidenciáveis: Dilma Rousseff, Luciana Genro e Marina Silva. Um possível direcionamento desse tema seria analisar a diferença entre as gestões de homens e mulheres, assim como a importância de mulheres na política na própria luta por direitos feministas.

2. As consequências da Lei Maria da Penha na segurança da mulher

Nesse tema, podemos analisar as consequências diretas da Lei Maria da Penha, ou seja, a violência doméstica, ou consequências indiretas, como o aumento do assunto em pauta de discussões sobre a segurança da mulher como um todo, podendo citar assédio sexual no ambiente de trabalho, estupro, cantada nas ruas, assim como precauções e outros projetos de leis correlatos, como o vagão feminino nos metrôs.

3. Os efeitos da discriminação do aborto na saúde feminina

Atualmente, muitas mulheres que recorrem ao aborto clandestino sofrem com maus tratos, precarização da saúde, além dos inúmeros casos de morte. O Conselho Federal de Medicina se manifestou na defesa do aborto legal e seguro, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), nos casos de gestação até 12 semanas. Além disso, outros casos poderiam ser citados na coletânea, como aborto de bebês anencéfalos, aborto em caso de estupro ou que a mulher corra risco de vida.

4. Isonomia salarial no século XXI: a luta por igualdade entre gêneros

A isonomia salarial, ou seja, mesmo salário para mesmo cargo independente de gênero, raça, idade, etc, é garantido por lei desde a Constituição de 1932. Porém, até hoje, vemos, na prática, uma grande diferença salarial entre homens e mulheres que ocupam o mesmo cargo nas mesmas condições trabalhistas. Esse direito ainda é uma das lutas feministas em pauta e poderia ser discutida em uma dissertação.

5. Mercado de trabalho e estruturação de família: embate entre as prioridades da mulher na contemporaneidade

Há um século, o papel da mulher na sociedade era muito diferente do atual. O homem era o trabalhador, pai de família; a mulher, a dona-de-casa. Culturalmente, ainda hoje a mulher costuma ter uma participação mais ativa do que o homem em muitas famílias brasileiras, principalmente no caso de filhos, em decorrência da gestação e amamentação. Porém, a mulher está inserida no mercado de trabalho e tem objetivos de carreira. O limite entre o sonho de carreira e o sonho de construir uma família pode ser uma discussão válida para redações.

6. Redução da maioridade penal

Como todos sabem, a violência urbana é um dos maiores problemas do nosso país. Uma das medidas que vem sendo amplamente discutida nos últimos tempos é a redução da maioridade penal. E você é contra ou a favor?

7. Doação de órgãos

Outro assunto polêmico ligado à saúde. Questões religiosas, muitas vezes, indo ao encontro de curas e tratamentos médicos. Listas gigantescas de pacientes a espera de órgãos. A burocracia para se tornar, de fato, doador. Vários pontos justificariam esse assunto como tema de redação.

8. Consumo de água

Várias pesquisas mostram que água potável é um bem que pode acabar.  Com isso, o consumo consciente e a racionalização do uso da água, mesmo no Brasil, são assuntos atuais e fundamentais em toda esfera global. Você sabia, por exemplo, que o maior consumidor de água é os EUA e seu principal aquífero (Ogallala), responsável por um quinto das terras irrigadas no país, vem sofrendo grandes baixas por causa da exploração humana?

9. Obsolescência planejada

Você pode até não saber o que é, mas certamente já foi vítima dela! A obsolescência programada acontece quando há uma ação deliberada da empresa fabricante que força o cliente a adquirir um novo modelo do bem. É o caso dos aparelhos domésticos ou equipamentos eletrônicos. Não acha interessante ler um pouco sobre o assunto?

10. Obesidade

A preocupação não é apenas com a estética. Muitas pessoas que estão com excesso de peso apresentam alterações nos níveis de colesterol, e, consequentemente, problemas cardíacos. Atualmente, a obesidade transformou-se num problema sério de saúde, numa epidemia que se alastra e já atinge parte expressiva da população, nas mais variadas faixas de idade. As causas são muitas, principalmente os hábitos alimentares baseados no fast food, salgadinhos e guloseimas, além de horas passadas em frente da televisão (sedentarismo).

11. Consumismo infantil/publicidade para crianças

Vale a pena entender e estudar toda a problemática da publicidade de alimentos considerados não saudáveis, que correspondem a mais da metade das publicidades dirigidas às crianças brasileiras. Seus altos investimentos a fim de fidelizar o público infantil, fogem do controle social e causam diversos efeitos colaterais indesejáveis, como por exemplo, a obesidade infantil. (tema de 2014)

12. Consumo de álcool por adolescentes

A lei é bem clara. No Brasil, o consumo de álcool é proibido aos menores de 18 anos. Mas, como todos sabem, essa é uma lei frequentemente descumprida em todos os cantos do país. Textos de apoio mostrando os malefícios do consumo de bebidas alcoólicas por menores e discutindo maneiras de solucionar esse problema tem “cara” de tema de redação do Enem, não acha?

13. Analfabetismo funcional no Brasil

De maneira simplificada, podemos dizer que o analfabeto funcional é o indivíduo que, mesmo capaz de identificar letras e números, não consegue interpretar textos e realizar operações matemáticas mais elaboradas. Embora tenha mostrado alguma evolução nos últimos anos, o quadro brasileiro nesse assunto ainda é bastante preocupante. Um problema social tão relevante e ainda mais ligado a educação é, com certeza, um possível tema de redação do Enem.

14. Consciência ambiental

Questões ambientais sempre são apostas de especialistas e professores para possíveis temas de redação dos vestibulares. E uma análise muito importante é a forma de como desenvolver a consciência ambiental nos cidadãos. Vale a pena refletir sobre isso para não ser pego de calça curta na hora da prova.

15. Desigualdade entre homens e mulheres no Brasil

Podem não ser muito nítidas, mas ainda existem muitas diferenças entre homens e mulheres no Brasil. Para se ter uma ideia, de acordo com O Índice Global de Desigualdade de Gênero 2013, o nosso país ocupa a 62° posição dentre 136 países! Um tema rico e com muita pesquisa que deve ser feita, principalmente por quem vai prestar o Enem 2014. Já ouviu falar da “Marcha das Vadias”, por exemplo?

16. O caos da mobilidade urbana

Dentre os problemas mais comuns nos grandes centros urbanos brasileiros, o caos da mobilidade urbana, seja pelo excesso de carros ou pela ineficiência dos transportes coletivos, merece muita atenção.

17. Consumismo e ostentação

Com a polêmica em torno dos chamados “rolezinhos”, que tomou conta de todo o noticiário nacional, vem à tona toda uma discussão de uma mídia voltada ao consumismo e a ostentação, que acaba excluindo uma grande parcela da população que agora grita por reconhecimento

18. Respeito aos benefícios oferecidos aos idosos e deficientes físicos

Outro assunto bem cotado, já que a lei brasileira que estabelece infração gravíssima, com pena de multa e suspensão do direito de dirigir pelo prazo de 6 (seis) meses, bem como a remoção do veículo que estacionar em locais privativos de pessoas portadoras de deficiência física ou de pessoas idosas, dificilmente é respeitada.

19. A problemática dos animais abandonados e maltratados no Brasil

Quando vamos ao trabalho ou para a escola, muitas vezes já nem nos incomodamos com a quantidade de animais abandonados na rua. Isso acontece porque já estamos acostumados com isso no nosso dia a dia. Entretanto, o abandono de cães e gatos, além de violar o Artigo 32 da Lei Federal no. 9.605/98 que criminaliza atos de maus tratos contra animais, pode gerar problemas na saúde pública, como aparecimento de pragas.

20. Falência no sistema presidiário brasileiro

De acordo com a lei, o presídio tem como função reabilitar pessoas que realizaram algum time de ato considerado crime. Entretanto, na prática, sabemos que ocorre exatamente o oposto. As prisões, em sua grande maioria superlotadas, acabam piorando o detento. Quais medidas você acredita que seriam interessantes para, pelo menos, minimizar esse complexo e preocupante problema

21. Intolerância religiosa

Tido até então como um país onde diferentes crenças sempre conviveram pacificamente, recentemente o Brasil passou a vivenciar episódios seguidos de intolerância religiosa.

22. Racismo e homofobia

Apesar de alguns avanços da legislação brasileira, que considera crime qualquer manifestação de racismo e permite aos casais do mesmo sexo adotarem filhos, entre outros direitos que lhes foram negados por muito tempo, o Brasil está longe de ser um país livre de racismo e de homofobia. Como podemos combater esses dois problemas?

23. Jogos Olímpicos 2016

O Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016. Quais serão os impactos positivos e negativos para a cidade, o Estado e o País?

24. Descriminalização das drogas

Em Portugal, consumir alguma droga não é crime. A posse (mas não o tráfico) de drogas passou a ser um problema a ser tratado no âmbito da saúde e não da polícia. Um dependente químico que for pego usando drogas não é preso, e sim encaminhado para um programa de tratamento (se o usuário quiser). Desde a descriminalização, há quase 15 anos, o consumo de drogas no país diminuiu. Será que esse modelo funcionaria no Brasil?

25. Corrupção

O escândalo da Federação Nacional de Futebol (FIFA), cujo esquema envolvia executivos do futebol brasileiro, e o “Petrolão”, que investigou irregularidades na Petrobras são dois exemplos de corrupção exaustivamente mostrados na mídia. Mas a corrupção não está apenas em “grandes esquemas”, pode existir em pequenos delitos e gestos do cotidiano, no famoso “jeitinho brasileiro” de querer levar vantagem e burlar as regras.

26. PEC das Domésticas

Foi sancionada a lei que garante aos trabalhadores domésticos: adicional noturno, obrigatoriedade do recolhimento do FGTS por parte do empregador, seguro-desemprego, salário-família, auxílio-creche e pré-escola, seguro contra acidentes de trabalho e indenização em caso de demissão sem justa causa. Empregadores reclamaram dos custos, mas os domésticos passaram finalmente a ter direitos que já eram garantidos a outros trabalhadores com carteira assinada no Brasil.

27. Limites do Humor

É permitido fazer graça sobre tudo? Onde acaba o humor e começa o desrespeito? O mundo está ficando “mais chato”, mais conservador, ou mais consciente das diferenças e direitos do outro?

28. Terceira Idade

O Brasil está ficando mais velho, pois a população começa a ter uma expectativa de vida maior. Como estamos nos preparando para cuidar dos nossos idosos?

29. Desenvolvimento humano

A realidade social brasileira vem se transformando de modo intenso em várias dimensões nos últimos anos, devido a programas como o Bolsa Família, e a redução do IPI para acelerar o crescimento econômico. Caso apareça algum assunto relacionado ao desenvolvimento humano, a ideia é problematizar e apresentar intervenções para melhorar`.

30. Diálogo entre ciência e sociedade

A ciência realiza novas descobertas frequentemente, fato que possibilita melhorias e desenvolvimento de novas tecnologias. Entretanto, muitas vezes a sociedade não entende o método científico e muitas coisas são confrontadas com paradigmas culturais, morais ou religiosos. Para lidar com isso, é necessário haver comunicação entre o meio científico e a população.

31. Limites entre estética e saúde

Academia, dietas, cirurgias plásticas, anabolizantes etc. É grande a busca pelo corpo perfeito caracterizado por um padrão de beleza. Mas até que ponto a estética coincide com hábitos saudáveis? Conhecem-se muitas doenças causadas por insatisfação corporal como anorexia, bulimia, depressão, compulsão alimentar e obesidade, além de consequências no convívio social como discriminação e baixa autoestima.

32. O que é ser jovem

A grande maioria das pessoas que faz a prova do Enem é jovem, portanto, pode ser interessante procurar entender essa perspectiva`.

33. Campanhas de vacinação

Mais um tema inserido na temática da saúde, a prevenção a doenças ganhou evidência esse ano com a vacina contra o HPV.

34. Internação compulsória

A temática das drogas ainda não apareceu no Enem, e pode vir dentro do tema da internação compulsória dos usuários de crack`.

35. O poder da propaganda no século XXI

Falar sobre meios de comunicação de massa é sempre interessante - e a propaganda merece seu espaço. O poder da TV no século XXI também pode suscitar reflexões interessantes.

36. Favelização

Como essa questão urbana afeta a qualidade de vida da população?`Temática bastante voltada para a realidade das grandes cidades, mas que é de interesse geral. As favelas constituem uma realidade bastante pulsante, com suas maravilhas e problemas`.

37. A importância da arte para um país como o Brasil

Aqui a ideia é discutir qual a prioridade que a arte - em todas as suas formas - deve ter em um país com tantas necessidades socioeconômicas como o Brasil. Polêmica à vista`!

38. Os desafios da escola do século XXI

Neste tema, a discussão não está relacionada somente à educação, mas aos rumos que ela pode tomar em um novo século. A presença de internet e de novas tecnologias redefiniram os papeis de professores e alunos - e isso merece ser discutido`.

39. O humor do brasileiro: alegria ou superação?

Sempre se discutem questões comportamentais do brasileiro. Que tal falarmos sobre nosso humor e alegria de uma forma crítica?`.

40. O jovem e a participação política

Em ano eleitoral, questões políticas são sempre motivo de atenção. A participação do jovem, principalmente no contexto das manifestações de 2013, tem um interessante apelo`.

41. Preconceito no Brasil

Os crescentes casos de manifestações preconceituosas, principalmente em redes sociais, começam a quebrar o mito de que o brasileiro é um povo agregador. Seja em manifestações homofóbicas, em atitudes racistas, em palavras de humilhação ou inferiorização, a presença constante do discurso de ódio tem se tornado uma questão cada vez mais relevante no país`.

42. A relação do brasileiro com a justiça

A sensação de impunidade, a falta de percepção de um código que sirva a todos e o medo crescente nas grandes cidades têm provocado casos de `justiça com as próprias mãos`. No Rio, um jovem de 17 anos acusado de roubo foi preso nu, pelo pescoço, a um poste: seus algozes usaram uma tranca de bicicleta para isso. No Guarujá, uma dona de casa de 33 anos foi espancada até a morte depois que circularam boatos de que ela estaria envolvida no desaparecimento de crianças`.

43. Novos modelos de educação

Há muitos debates ocorrendo sobre as problemáticas do sistema tradicional de ensino e novos modelos de educação para o século XXI, tendo em pauta os métodos de avaliação, uso de tecnologias, interação professor-aluno, formação crítica e social etc. Um recente documentário realizado no Brasil que ajuda na discussão desse tema é o “Quando sinto que já sei” que pode ser encontrado no Youtube.

44. Dificuldades da formação universitária

A formação universitária no Brasil encontra diversos obstáculos como financeiro (o alto valor das mensalidades em faculdades privadas, custeio de transporte ou residência, materiais didáticos, alimentação), psicológico (escolha de curso, afastamento de familiares e amigos, aumento de responsabilidades, inserção no mercado de trabalho), entre outros. Ao mesmo tempo, o Estado tem criado políticas públicas como Fies, Pronatec, sistemas de cotas, criação de novas universidades etc.

45. Conceito de família no século XXI

O projeto de Lei 6583 de 2013 cria o Estatuto da Família. Nesse texto, família é definida como união entre homem e mulher. A partir disso, muitas discussões têm sido feitas sobre o conceito de família atualmente, com o intuito de refletir sobre famílias formadas por mães ou pais solteiros, avós e tios, casais homossexuais, poligamia etc.

46. Justiça com as próprias mãos

Tema bastante polêmico em 2014 e que pode ser discutido com mais imparcialidade esse ano. O combate à violência através da justiça com as próprias mãos é válido? Definições de justiça, casos de linchamentos, rebeldia com a ordem e segurança públicas são alguns pontos que abordam essa temática.

47. Trânsito em grandes metrópoles

Grandes cidades têm tido cada vez mais problemas com o trânsito. Muitos pontos podem ser discutidos nessa temática como a preferência dos cidadãos por transporte público ou individual, poluição causada por muitos carros, poluição sonora (buzinas em congestionamento), via exclusiva para ônibus, ciclovias, tempo gasto diariamente entre trabalho e residência, atraso nos horários e superlotação em ônibus, trens e metrôs, greves dos funcionários de transportes públicos, preços das passagens, catraca livre etc.

48. Voluntariado e transformações sociais

O trabalho voluntário no Brasil tem passado por uma transformação. Não se pensa mais no voluntariado como assistencial (doação de roupas, alimentos e agasalhos, por exemplo), mas como uma tentativa de mudança social, através de medidas inclusivas e de impacto. Outro ponto a ser considerado é a valorização que as empresas fazem de candidatos e funcionários que realizam trabalhos voluntários, assim como próprios projetos sociais realizados pelas empresas para contribuição à sociedade ou marketing.

49. Limites entre humor e bullying

Os limites do humor é algo que tem chamado bastante atenção atualmente por causa de diversos processos a comediantes do Brasil como Rafinha Bastos, Danilo Gentili etc, e o constante uso de discriminação das minorias para fazer piada. A responsabilidade social do comediante foi discutida no excelente documentário de Pedro Arantes, “O riso dos outros”, encontrado no Youtube.

50. Gestão de resíduos urbanos

Em 2010, foi instituída a Política Nacional de Resíduos Sólidos. A gestão de resíduos ainda é um tema bastante em alta devido à enorme quantidade de lixo produzido anualmente no Brasil. Coleta seletiva e logística reversa são alguns dos termos importantes de serem entendidos. Para conhecer mais sobre a lei e sua importância na sociedade, pode ser consultada a explicação no site do Ministério do Meio Ambiente.

51. Ativismo em redes sociais

Cada vez mais, as redes sociais têm sido usadas para estar em contato com a política e com movimentos sociais. Eventos são criados para marcar protestos, projetos de leis polêmicos facilmente viram virais e reivindicações têm sido feitas através de abaixo-assinado online. Essa nova forma de participação política e suas causas e consequências na sociedade é um bom tema de pesquisa e escrita.

52. Casamento gay

O casamento gay sempre está em pauta e ganha cada vez mais força para ser tema da redação do Enem 2015. Especialmente agora que saiu na mídia toda a polêmica sobre a propaganda do Boticário e o casal gay na Novela. Eu colocaria esse como o principal assunto para a redação do ENEM. Juntando com a aprovação de casamento Gay nos EUA, continua sento um Tema Muito Forte!

 

 


Voltar